Inicial / Notícias SESI/SENAI / Cursos do SENAI do Amapá facilitam a entrada de jovens no mercado de trabalho
Cursos do SENAI do Amapá facilitam a entrada de jovens no mercado de trabalho

Cursos do SENAI do Amapá facilitam a entrada de jovens no mercado de trabalho

Macapá – Profissionais qualificados são cada vez mais reconhecidos no mercado de trabalho, e o que pesa na hora da contratação é a comprovação de cursos e experiência. Desde a semana passada, André Tupinambá e Gabriel Fonseca, alunos do curso de Panificação e Confeitaria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá estão estagiando na Padaria Bom Preço.

Com foco na qualificação profissional do trabalhador, além do técnico na área de Alimentos e Bebidas, o SENAI oferece cursos em Segurança do Trabalho, Edificações, Administração, Redes de Computadores, Mecânica Industrial, Eletrotécnica e Informática. Por meio destes cursos, o SENAI busca aumentar o número de profissionais preparados para atuar no mercado com qualidade e excelência.

Passar pela experiência dentro de uma empresa consolidada é requisito imprescindível para a conclusão do módulo. “A instituição avalia tanto a empresa contratante quanto o aluno. Ao término do estágio, o estudante está habilitado a receber seu diploma”, frisou a secretária executiva de Aprendizagem Industrial, Rayza Aires.

O diretor de Operações do SENAI, Adriano Cardoso, declarou que o mercado exige um profissional completo, por isso, na instituição, os alunos vivenciam situações reais de uma empresa ou indústria. “Além da formação técnica, inserimos, em nossa rotina, regras de comportamento que devem ser seguidas rigorosamente pelos estudantes, para que eles saiam daqui preparados para atuar de forma responsável no desempenho de uma função dentro da empresa”, enfatizou o diretor.

A gerente da Padaria, Ruberlize Nascimento, recebeu a certificação do curso de Panificação e Confeitaria do SENAI, em 2010, e desde então desempenha suas atividades no estabelecimento comercial. “É a primeira vez que contratamos estagiários e estamos muito satisfeitos. O fato de serem alunos de uma instituição reconhecida foi decisivo para serem contratados. O nome é forte, e o ensino é de qualidade, isso conta muito”, constatou Ruberlize.

André, 18 anos, se considera uma pessoa de sorte e relaciona a boa fase que vive com sua entrada no SENAI. “Estou iniciando minha vida profissional com o que há de melhor: uma instituição com excelentes instrutores, que preza pelo ensino e pela profissionalização de seus alunos, além disso, estou sendo treinado para participar da Olimpíada do Conhecimento, em 2018”, pontuou.

Gabriel, 19 anos, trabalha de manhã e estuda à tarde no SENAI. “Minha rotina é puxada, mas gratificante. Trabalho com a modelagem de pães, auxilio o padeiro e limpo a área de produção. Além do conhecimento técnico, aprendo a ter  uma ótima relação interpessoal com os colegas e clientes”, declarou.

“O cidadão que conclui um de nossos cursos ganha uma identidade, torna-se um profissional, um atributo que terá orgulho de ostentar durante toda a sua vida. A partir de então, pode mudar radicalmente sua trajetória, conseguir emprego, uma promoção e até mesmo tornar-se dono de empresas, graças à formação que recebeu. Hoje encontro muitos de meus alunos que já são profissionais e sinto orgulho por ter feito parte de sua história”, ressaltou o instrutor da área de Alimentos, Francisco Assis.

a

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Gerência de Comunicação Corporativa SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: imprensa@sesisenaiap.org.br

Sobre Ana Anspach