Inicial / Notícias SESI/SENAI / CNI Sustentabilidade discute novos padrões de consumo
CNI Sustentabilidade discute novos padrões de consumo

CNI Sustentabilidade discute novos padrões de consumo

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizará nesta quinta-feira, 22, no Rio de Janeiro, a quinta edição do CNI Sustentabilidade, cujo tema será Biodiversidade e florestas: novos modelos de negócios para a indústria do amanhã. O evento reunirá empresários e especialistas brasileiros e estrangeiros que debaterão os desafios e as oportunidades para a indústria, bem como, valores éticos e socioambientais, transparência, respeito a comunidades, conservação do meio ambiente, e padrões de consumo.

De acordo com a diretora de Relações Institucionais da CNI, Mônica Messenberg, o encontro visa apoiar gestores empresariais a lidarem com as transformações do mercado e verificar novas oportunidades trazidas pelo desenvolvimento tecnológico, novos padrões de consumo e preocupação com a conservação de recursos naturais. “Nesse cenário, o Brasil apresenta vantagens em relação aos demais países, já que, por exemplo, 60% do território é coberto por florestas e o país possui a maior biodiversidade do planeta”, ressaltou Mônica.

Entre os destaques haverá a presença de Boyd Cohen, especialista norte-americano em empreendedorismo, inovação e cidades inteligentes. Ele é coautor do livro Capitalismo Climático, lançado em 2011 em parceria com Hunter Lovins. Estão previstas ainda, a presença do ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho, do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e de Eliezer Batista, ex-ministro de Minas e Energia e de Assuntos Estratégicos.

O evento está divido em dois painéis. No primeiro, intitulado “A influência dos valores socioambientais nos padrões de produção e consumo”, serão debatidas tendências de mercado com a inserção de aspectos éticos e relativos à sustentabilidade, como respeito a comunidades e conservação do meio ambiente. Entre os participantes desse debate estão Marcos Troyjo, diretor do BRICLab na Universidade Columbia, Klaus Topfer, ex-ministro do Meio Ambiente, Conservação e Segurança Nuclear da Alemanha e diretor-executivo do Advanced Sustainability Studies do Instituto Potsdam, e o presidente da Votorantin Cimentos, Walter Dissinger.

Biodiversidade e florestas

O segundo painel, cujo tema é “O Papel do Mercado na Valorização das Florestas e da Biodiversidade”, discutirá os desafios e as oportunidades para o Brasil no uso sustentável e conservação de florestas e da biodiversidade. Os painelistas serão o diretor-geral do Forest Stewardship Council, Kim Carstensen, e o diretor-executivo da Union for Ethical Biotrade, Rik Kutsch Lojenga. A diretora da Divisão de Integração, Parcerias e Comunicação da Secretaria Executiva da Convenção de Diversidade Biológica da Organização das Nações Unidas (ONU), Amy Fraenkel, e o vice-presidente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade para a América Latina da Novozymes, Pedro Luiz Fernandes, estão entre os debatedores.

Além disso, será divulgada a pesquisa Retrato do uso sustentável de recursos da biodiversidade para a indústria brasileira, realizada com 120 executivos de pequenas, médias e grandes empresas. Entre os dados do levantamento estão o grau de atenção das empresas ao uso sustentável da biodiversidade, que tipos de práticas de conservação de biodiversidade são mais comuns e quais os desafios para o Brasil aproveitar seu potencial nesse mercado.

Debates para o desenvolvimento sustentável

Os encontros CNI Sustentabilidade ocorrem anualmente com debates sobre as tendências de mercado, tecnologias inovadoras e oportunidades de negócios que aliam a sustentabilidade e competitividade. A iniciativa é um desdobramento das articulações da indústria brasileira durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – a Rio+20. Desde 2012, a CNI realiza o evento, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), e coloca em pauta temas ambientais relevantes e atuais no cenário mundial. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também apoia o evento.

Gerência de Jornalismo da CNI

Sobre Ana Anspach