Inicial / Notícias SESI/SENAI / ONU convida SENAI para liderar discussão sobre cooperação técnica em educação profissional
ONU convida SENAI para liderar discussão sobre cooperação técnica em educação profissional

ONU convida SENAI para liderar discussão sobre cooperação técnica em educação profissional

A convite da Organização das Nações Unidas (ONU), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) participará, entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro, de um fórum de discussão sobre as melhores práticas de cooperação entre países. O evento Exposição Global para o Desenvolvimento Sul-Sul, organizado pela ONU, em Dubai, terá como tema “Cooperação Sul-Sul: rumo à inovação, uma estratégia para a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável”.

No debate serão apresentadas soluções eficazes de instituições que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. A exposição reunirá formuladores de políticas, líderes globais, instituições do Sistema ONU (incluindo OIT e UNIDO), financiadores e executores de projetos de cooperação, países em desenvolvimento (principalmente da África, América Latina e Ásia) e instituições congêneres ao SENAI.

O convite para o evento reforça o reconhecimento do SENAI pela ONU como um dos três mais importantes atores na área de educação do hemisfério Sul, segundo o gerente de relações internacionais do SENAI, Frederico Lamego. Ele ressalta que a ONU identifica o SENAI como uma instituição que se destaca pela atuação abrangente. “O desenvolvimento de projetos, que não são restritos aos países de língua portuguesa, mostra a capacidade que temos de levar educação profissional para culturas distintas, a exemplo do trabalho em países como Jamaica e Paraguai”. O SENAI já tem uma parceria com os Emirados Árabes para apoiar na formação dos competidores daquele país e na organização da WorldSkills Competition 2017 que será na capital, Abu Dhabi.

Os centros de formação profissional do SENAI já foram implantados na Guatemala, Peru, Guiné Bissau, Paraguai, Cabo Verde, Jamaica, São Tomé e Príncipe, Angola e Timor Leste. A instituição mantém ainda parcerias com 53 instituições internacionais como o British Council, do Reino Unido, o Massachussetts Institute of Technology, dos Estados Unidos, o Swedish ICT, da Suécia, o instituto alemão Fraunhofer, entre outros. A cada ano, o SENAI atrai mais de 3 milhões de estudantes de países em desenvolvimento, especialmente de países africanos de língua portuguesa.

Para capacitar pessoas fora do Brasil, o SENAI busca novas oportunidades de captação de recursos internacionais. “Esse evento em Dubai será uma oportunidade de estarmos em contato com novos financiadores, agências estrangeiras de cooperação e agências da ONU para identificar iniciativas que estejam em sintonia com os interesses das indústrias brasileiras e com os objetivos de desenvolvimento sustentável. O desenvolvimento econômico de qualquer nação passa pela qualificação de material humano”, destaca Lamego.

Da Agência CNI de Notícias

Sobre Ana Anspach