Inicial / Notícias SESI/SENAI / Projeto do SESI Amapá ensina jiu-jitsu para alunos com necessidades educacionais especiais
Projeto do SESI Amapá ensina jiu-jitsu para alunos com deficiência

Projeto do SESI Amapá ensina jiu-jitsu para alunos com necessidades educacionais especiais

Macapá – Projeto desenvolvido pelo Núcleo de Educação Inclusiva (NEI) do Serviço Social da Indústria (SESI) Amapá promove inclusão por meio de aulas de jiu-jitsu. Denominada Corpo Vivo, a iniciativa tem como objetivo contribuir para a qualidade de vida de crianças e adolescentes que possuem necessidades educacionais especiais.

Há cinco meses, o projeto vem transformando a vida dos participantes, que encontraram nos tatames mais uma razão para sorrir. Coordenado pelo mestre faixa roxa, Jean Alves, o trabalho vem sendo desenvolvido com nove alunos que apresentam algum déficit no desenvolvimento, seja físico, cognitivo ou emocional.

“O Projeto Corpo Vivo trabalha com o jiu-jitsu atrelado à meta de ajudar quem pertence ao grupo do NEI. É nítido o quanto os alunos têm evoluído nas relações interpessoais, e no que diz respeito à coordenação motora, estão mais concentrados e autoconfiantes”, destacou a psicopedagoga do SESI Amapá, Aline Barboza.

Lidiane Costa é mãe de dois alunos que estão aprendendo a arte marcial japonesa. Davi, 8 anos, tem síndrome de down e Lucca, 10 anos, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. “Em casa, percebemos mudanças significativas. A atividade física é essencial para a melhoria da saúde e no caso deles, proporcionou avanço por causa dos estímulos motores e principalmente no estímulo de habilidades de convívio social”, destacou Lidiane.

De acordo com a diretora da Escola SESI Amapá, Valena Calandrini, a inserção dos alunos no projeto tem apresentado resultados qualitativos no que se refere à melhoria do desempenho educacional e no processo de aprendizagem. “Notamos que as aulas têm proporcionado avanço no dia a dia dos participantes e a prática está despertando a vontade de aprender mais dentro e fora da sala de aula. Por causa do Corpo Vivo, alguns alunos estão disputando competições e conquistando os primeiros lugares, e a cada vitória eles adquirem mais autoconfiança”, ressaltou a diretora.

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Gerência de Comunicação Corporativa SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: imprensa@sesisenaiap.org.br

Siga-nos no Twitter: @SESIAmapa e @SENAIAmapa

Facebook: SESI Amapá e SENAI Amapá

Instagram: @amapasesi e @amapasenai

 

Sobre GCOM